Blog

O que acontece com o nosso corpo quando exageramos nas festas de final de ano


Estava fazendo aquela tradicional arrumação de final de ano na minha casa e achei alguns materiais antigos, inclusive textos que eu costumava escrever para os pacientes quando não tinha o blog. Em meio aos papéis, achei um texto que tem como título "o que fazer após as festas de final de ano?", seguido de um desenho de um bonequinho em plena dúvida, cheios de pontos de interrogação em cima da sua cabeça.

Pensei "Nossa! Que coincidência! Bem agora, no final do ano...". Comecei a ler e me deparei com um pensamento bem oposto ao atual.

No texto, falei sobre como as escapadas da rotina de final de ano afetam nosso metabolismo e a interferência disso no peso. Foquei muito em como isso pode diminuir o metabolismo e nossa imunidade. Dei algumas dicas de como a pessoa pode voltar a rotina, dando preferência para frutas, verduras, legumes, muito líquido, coisa e tal. Não que esses conceitos estejam errados, mas acho que é um pensamento muito engessado diante de tudo o que sabemos hoje sobre nutrição e comportamento.

Resolvi então escrever esse novo texto, agora muito mais direto e simples, pra justamente mudar nosso olhar.

Bem, vamos lá. De fato, a mudança de rotina pode desencadear uma desaceleração no nosso metabolismo. Ele fica mais lento, como uma forma de defesa. Porém, quando isso ocorre durante poucos dias (Natal e ano novo, por exemplo) o nosso corpo não "engorda" e sim retém mais líquidos. Além disso, muitas vezes, há uma mudança significativa no funcionamento do intestino. Ou seja, quando você se pesa antes e depois das festas e nota aquele 1 ou 2 quilos a mais, fica tranquilásso tá, você só tá inchado.

O problema está quando saímos da rotina nas festas e demoramos muito para voltar à uma rotina que consideramos mais saudável. A partir de um certo ponto, o tal do metabolismo baixo começa a armazenar gordura junto com a retenção de líquido, e é aí que de fato ganhamos peso de gordura.

Um ponto que abordei no texto que ainda concordo bastante é a questão da imunidade. Comer coisas diferentes, deixar de comer alimentos frescos, exagerar nos gorós, dormir pouco e mal afetam diretamente as defesas imunológicas. Com isso, ficamos mais propensos a pegar gripes, viroses e até desenvolver problemas intestinais.

Diante de tudo isso, aquelas orientações de preferir frutas, verduras, legumes, comer em intervalos regulares, se hidratar e dormir bem ainda estão valendo! Mas agora com o pensamento de que nada que dura apenas alguns dias pode afetar de forma tão catastrófica o seu corpo. Outra orientação super válida nos dias de hoje é: cuide, também, da sua saúde emocional! Ela vai interferir muito (muito mesmo) no seu metabolismo, imunidade e escolhas alimentares.

Hoje sinto que as pessoas precisam encontrar o seu próprio equilíbrio. Sem nóia, nem para mais nem para menos. Por isso a orientação personalizada é tão importante, para te ajudar a identificar o que funciona ou não pra você.

Espero que tenham gostado! Vem que vem 2018 :) Beijos da nutri, Raquel

Posts em destaque
Arquivo
Redes sociais
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon

Rua Aimberê, 1731 - Perdizes

São Paulo - SP

Tel: 11.98983.4111

© 2018 by WellMove - Movimento Pelo Bem-Estar. Proudly created with Wix.com